sexta-feira, 14 de abril de 2017

Como eh dificil crescer

Manu, esse ano, foi para o primeiro ano. Como ela faz bilingue, ela fica praticamente o dia todo na escola, das 9h30 as 17h30.

Essa semana veio reclamar dizendo que a escola é chata.

Como assim chata? Perguntei,

Ah mae, a gente nao brinca mais, brinca so um pouco no recreio..o resto do dia é tudo atividade.

Eh meu amor, voce está crescendo e crescer, apesar de maravilhoso, não é fácil!!


Em tempo: ja anotei aqui para, quando tiver reuniao de pais, eu conversar com a professora para entender melhor como eh e quanto tempo livre eles tem para brincar. Afinal, apesar de ser primeiro ano, ela ainda tem so 5 anos, ne? Bora colocar essas criancas para brincar!!

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Divisao de tarefas

Minhas tarefas:

1. arrumar a lancheira
2. levar filhos pra escola, pras terapia, pra fono, pra natacao..pegar da escola, da natacao, da GA
3. checar as duas agendas todo santo dia
4. responder aos comunicados, bilhetes e afins
5. lembrar de mandar a autorizacao do passeio, o dinheiro da roupa da capoeira, o dinheiro do passeio, etc
6. agendar reuniao com o professor
7. lembrar de imprimir o boleto da escola no site
8. ajudar na lição de casa
9. comprar o presente pro aniversario do final de semana
10. checar se tem uniforme limpo
11. fazer mercado, acougue, feira
12. dar um tapa no armario das kids e tirar as roupas que nao servem mais
13. fazer uma limpa nos brinquedos e levar para doaçao
14. pagar a empregada
15. imprimir e pagar o esocial da empregada
16. lembrar de pegar, toda semana, a correspondencia na caixa do predio
17. pagar as contas
18. lembrar o marido de pagar as contas dele
19. comprar as lembracinhas de pascoa dos professores
20. incentivar as criancas a escrever cartinha pro coelho da pascoa, papai noel, fada do dente
21. comprar os ovos das criancas, sobrinhos, sogros, etc
22. marcar pediatra, oftalmo, dentista, dermato para as criancas...e leva-los nas consultas
23. solicitar reembolso pro plano de saude
24. organizar aniversario, ver lembrancinha, mandar convites


Tarefas do Marido:
1. Levar a Manu de terca e quinta para a escola e buscar o Lucas de terca e quinta na escola.

Faz? Naaaaoo....ontem espanou qdo disse que ele tinha que levar a Manu, pq o carro esta no rodizio, pq ele ia ter que dar uma mega volta e com isso ele ia pegar um mega transito...ficou todo enfezado, apressando a menina, estressando todo mundo...conclusao: la fui eu leva-la pra escola, no horario certo dela (ele queria deixa-la la uma hora antes), sai correndo como uma louca com o Lucas a tiracolo para passar no escritorio a tempo de ainda chegar na fono dele.

Porraaaaa...eh pedir muito?? Minha terapeuta cansou de me dizer que eu preciso delegar mais...concordo, mas da? O pouco que eu delego ja espana, ja reclama...e tem mais, mesmo que eu delegue eu tenho que toda hora ficar lembrando ele de fazer a coisa...agora de q adianta delegar se eu nao consigo tirar a coisa da cabeca?

Em tempo: marido eh um otimo pai, super presente, me ajuda super com as criancas, da banho, poe pra dormir, acorda de madrugada, fica com elas quando tenho que sair...mas essas coisinhas do dia a dia, essas coisinhas que tomam nosso tempo 24h por dia, que nos estressam, que nao nos deixam relaxar eh que eu gostaria que a divisao de tarefa fosse mais igual. To bem cansada!


terça-feira, 11 de abril de 2017

O voo do super homem

Deveria haver uma regra: todas as mulheres que engravidassem de um menino deveriam antes de qualquer coisa passar por um cardiologista para atestar que o coracao aguenta o tranco e todos os sustos e acidentes que vem quando se tem um moleque em casa!

Pelo menos aqui em casa meu coracao ja foi testado mil vezes e tenho a absoluta certeza que estou devendo algumas horas extras pro anjo da guarda do Lucas..logo logo ele manda a fatura, pode crer!!

O ultimo susto foi há um mes! Lucas deu uma de super homem. Voou de cabeca do alto do escorregador, a 2 metros do chão!! Isso mesmo, despencou!

Ele estava no alto do escorregador do predio e foi se virar para descer de barriga..nisso o pe foi pra fora e ele caiu. O engracado eh que uns segundos antes, eu, que estava sentada no banco do parquinho olhando ele, pensei: Lucas vai cair! Sei la, eh aquela premonição. Nao deu tempo de reacao. Quando eu vi ele caindo, eu so consegui gritar bem alto Lucas naaaaaaoooo...e correr.

Mas gente, voce ja tentou correr para evitar que seu filho se acidentasse? A sensação que temos é que corremos em camera lenta, ou pior, voce ve seu filho caindo em camera lenta, mas voce corre em camera 2X lenta. Um horror.

Lucas bateu a cabeca, ficou de brucos e apagou, por alguns segundos. Assim que eu o peguei no colo eu dei um tranco nele e ele voltou e começou a chorar. Havia sangue. E ele chorava de dor. Aquele choro que todas nos conhecemos. Gritei para a Manu sair do escorregador e corri para o apto para chamar o marido e voar pro hospital.

Ainda no elevador o Lucas dormiu. Assim que chegamos no PS Lucas estava apagado. Nos passaram na frente. A medica fazia td qto era teste e ele nao respondia. Ate pegaram a veia dele e nada dele acordar. Qdo acordou, ficou inerte. Demorou para ele despertar 100%. Foi RX de torax, US de abdomen e tomografia. E Gracas a Deus, todos deram negativo. Apesar da gravidade do tombo, o Lucas saiu ileso. Ou quase. Levou tres pontos atras da orelha. 

O que evitou que algo mais grave acontecesse, alem do seu mega power onipresente anjo da guarda, foi o chão do parquinho, que eh aquele anti-impacto, da versao mais grossa que tem. Se nao fosse esse piso, segundo a medica, Lucas pederia ter tido uma lesão bem grave na cabeça!!

Susto mega. E pergunto, sossegou? Que nada, no dia seguinte, com pontos nas orebas, ja estava pulando do sofa pro pufe, do pufe pro sofa. Gueeenttaaa coracao de mae de moleque!!


segunda-feira, 10 de abril de 2017

Paranauê

E o gordo gotoso da mamae comecou a fazer capoeira na escola...nao eh pra morrer de amores?


sábado, 8 de abril de 2017

E o Lucas?

Fiquei quase um ano sem aparecer. O mesmo aconteceu no ano passado. Parece ate que eu tenho um ciclo de atividade. Espero quebrar esse ciclo a partir de agora, kkk. Ai estava lendo os pouquissimos posts que fiz no ano passado, quase nessa mesma epoca, e um dos posts era justamente esse: E o Lucas?

Nao tem como retomar o blog sem atualizar a todos sobre o Lucas, afinal quem me segue desde sempre tambem acompanhou todo o meu desespero com o Lucas quando ele nasceu, todos seus exames, acompanhamentos, sustos e aflicoes.

O LUCAS ESTA OTIMO!!!

Isso mesmo. Lucas ja nao apresenta mais nenhum atraso em relação as criancas da mesma idade. A unico atraso eh com a fala, que atrasou porque ele demorou a firmar o foco. Mas uma vez que firmou ele comecou a soltar as palavrinhas. Entao comparado com as criancas de 2 anos, ele fala menos, fala enrolado, ainda nao forma frases, mas fala, cada semana o vocabulario aumenta e isso que importa, no ritmo dele ele chega la. Para tanto faz acompanhamento com uma fono que tb trabalha o foco.

Ele tb continua com a terapeuta, agora so 1x por semana. Sinceramente, ele ja teve alta dela, mas ela quer acompanha-lo ate os 3 anos, que segundo ela eh a idade que se firma muitos diagnosticos. 

Mas que diagnostico? Entao..vamos voltar alguns meses. Quando Lucas estava com 1 ano e 8 meses, a suspeita de autismo foi totalmente descartada, tanto pela terapeuta, quanto pelo neuro. Lucas ja nao tinha mais nenhuma caracteristica que o enquadrasse no espectro, interagia, dava tchau, beijo, respondia quando chamado, chamava pra brincar e entrava nas brincadeiras!!! Ou seja, nenhum fechamento.

Ele foi sim enquadrado como uma crianca com uma pre disposição a TDAH (nao eh diagnostico, eh so pre disposicao)...principalmente levando em conta que o pai tem. E ai que comecamos o trabalho de foco, de atividades direcionadas tanto em casa como na escola (que foi super parceira)...e apos 6 meses, ele eh outra crianca...ja nao eh mais tao agitado (agora eh o normal de um moleque sapeca de 2 anos), consegue ficar varios minutos numa atividade (antes ele mudava de uma pra outra em questao de segundos)...enfim...ainda estamos caminhando, mas hoje quando eu olho para ele e vejo o quanto ele alcancou nesses dois anos, eu so tenho a agradecer a Deus. Lucas está ótimo!!





quinta-feira, 6 de abril de 2017

Colocando a casa em ordem

Comecei 2017 determinada a colocar a casa em ordem...nao falo do meu apto, que ca entre nos, com 2 crianças em casa, nunca, jamé, fica em ordem..eu arrumo um comodo e desarruma outro..ja desencanei...mas voltando, a casa a que me refiro é a minha vida!!

Desde que o Lucas nasceu coloquei a minha vida de lado. Serio. Sai do emprego. Passei seus dois primeiros anos so cuidando de casa e filhos, levando pra escola, indo a mil terapias e medicos, até que um dia, no fim do ano passado eu tive uma crise nervosa com a Manu, gritei com ela, como uma louca..tenho certeza que esse episodio deixou alguma marca nela que sera tratada qdo ela for adulta e resolver fazer terapia, nao tenho duvida disso...mas voltando, eu gritei com ela por algo tao besta, num descontrole sem igual, mas enxerguei que ali nao foi um mero grito, foi meu grito de socorro (tadinha, pena que foi nela o grito). Na hora eu liguei aos prantos para a minha terapeuta que tb foi deixada de lado quando o Lucas nasceu.

Voltei para a terapia. E entao decidi que eu tb precisava voltar a ter controle sobre a minha vida.

Primeiro passo foi organizar os horarios. Esse ano a Manu foi pro primeiro ano e com isso fica praticamente o dia todo na escola. Isso ajudou. Entao, aproveitando a brecha, tb coloquei o Lucas 3 vezes na semana integral na escola (as outras duas vezes ele tem fono e terapia). Bingo. Fiquei com 3 manhas livres..com isso passei o escritorio para de manha (outro post) e ganhei 3 tardes livres SÓ PRA MIM!!!

Segundo passo: cuidar de mim. Desde fevereiro estou fazendo personal, 3x por semana. Quando? Nas minhas 3 tardes livres, vivaaa!! Agora preciso conseguir focar na dieta. Ja fui na nutri, mas a cabeça ainda nao foi. Esses dois anos on hold fizeram um estrago na minha auto estima, engordei horrores (15 quilos), deixei de me cuidar. Estou realmente infeliz com minha aparencia. Mas o importante eh que as coisas estao entrando nos eixos, nem que leve um ano para voltar ao meu peso.

Terceiro passo foi reservar mais tempo pro casamento. Cara, nao tem como, o casamento da uma balancada qdo chega o filho..quando vem o segundo entao, sendo que este segundo demanda muito, ai, meu filho, segura no bote para nao afundar. Entao, antes que afunde de vez, agora 1x por mes minha diarista fica com as kids para eu sair com o maridao...ainda eh pouco, mas ja esta fazendo uma diferenca daquelas. E esse ano tb vai rolar uma viagem a sos, para comemorarmos 10 anos de casados. Acho que estamos no caminho, ne?

Quarto e ultimo passo: minha vida profissional!! Puts, esse ta um enrosco dos bons. Nao sei para onde ir. To infeliz e sem perspectivas. Confesso que esse está sendo o passo mais dificil, ate porque ate agora eu nao consegui dar nenhum passo para mudar..nao sei para onde ir..o que fazer..nada. To perdidaça. Vou ate reservar um post para falar sobre isso, quem sabe alguem le e me da uma luz, ne?

Mas o importante disso td eh que devagarzinho estou colocando a casa em ordem..espero que ate o final do ano eu tenha conseguido concluir todos esses passos para comecar 2018 totalmente renovada!

quarta-feira, 5 de abril de 2017

O meu chapeu...

Desde que a Manu eh bem pequena eu canto para ela a musica do Meu Chapeu.

O meu chapeu tem tres pontas
Tres pontas tem meu chapeu
Se nao tivesse tres pontas
Nao seria o meu chapeu

Lembro direitinho o dia que aprendi essa musica na escola. Tinha uns 6 / 7 anos. A professora nao só ensinou a musica, como tambem ensinou os gestos para fazermos quando a cada vez que cantassemos omitissimos uma palavra da musica.

Sempre fiz isso com a Manu.

E qual nao foi a minha surpresa quando ontem a Manu chegou da escola e a lição era justamente cantar essa musica para os pais e depois copiar a letra no caderno. Juro que eu pensava que ninguem conhecesse essa musica.

Nossa, parece uma coisa boba, mas eu fiquei tao, mas tao feliz..sabe aquela sensação de conhecimento sendo passado por geraçoes? Pois bem, foi mais ou menos isso que senti.

E ai perguntei se a professora tb fazia os gestos da musica. Ela disse que não.

Foi entao que a fiz me prometer que ela ia ensinar a classe toda os gestos e que iam cantar a musica ate que todas as palavras ficassem mudas e elas cantassem so com gestos.

To me sentindo a mae mais cool da escola, kkkkk!!