sexta-feira, 10 de junho de 2016

Dodoi

Lucas nunca fica doente. Nos seus 1 ano e 4 meses, ele so teve febre uma vez, considerando que ele vai pro berçário desde os 7 meses, isso eh algo raro...ate essa semana.

Começou com tosse forte no final de semana, coriza, nariz entupido...de repente bateu um febrão de 38,5, Lucas gemendo de dor, prostrado...nunca o vi tao caidinho, serio ele não tinha forças nem pra segurar um brinquedinho. A febre não cedia. Liguei para a pediatra que aconselhou leva-lo no PS, temendo algo nos pulmões, já que a tosse estava bem carregada.

Pulmão estava limpo, graças a Deus...mas Lucas esta com otite, nos dois ouvidos. O que explica a febre e tb explica seus gemidos de dor. Nossa, meu coração ficou em pedaços. Dor de ouvido doi pra c.......e pensar que ele estava com dor e como não sabe ainda falar e dizer o que doía, ficou sofrendo pelo menos uns 2 dias, me matou!! Tadinho.

Mas td bem, ontem mesmo já começou com antibiótico e inalação. Logo logo estará zero bala...tem que estar, pq daqui a 10 dias a gente embarca pros states...socorro passar mal la...Sai pra lá!

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Consulta no Neuro

Voltamos ao neuro após 7 meses. Enquanto o medico conversava com a gente, ele deixou o Lucas solto no consultório para explorar e assim, poder observa-lo naturalmente.

E o que ele observou, confirmou as suspeitas dele de 7 meses atrás. Lucas já apresenta sim sintomas muito claros de TDAH. Segundo ele, o Lucas foi o primeiro caso, em anos de pratica, em que ele conseguiu observar muito claro esses sintomas num bebe.

Por outro lado, ele descartou de vez qualquer indicio de autismo. Inclusive nos explicou que os sintomas entre TDAH e autismo sao praticamente os mesmos, e o que difere um do outro eh exatamente o fechamento que a criança autista apresenta. Algo que o Lucas não tem mais. Lucas olha, Lucas interage, Lucas compartilha, Lucas busca o olhar em troca de aprovação ou desaprovação, Lucas manda beijo, da tchau, aponta e, de alguma forma, se comunica. Ufa, meus maiores temores foram deixados de lado.

Agora voltemos ao TDAH. Claro, ele deixou bem claro que não fechou nenhum diagnostico pois o Lucas ainda eh muito pequeno, mas tem fortes indícios a isso. Mas foi bom para entender onde estamos entrando.

Segundo ele, a grande maioria de casos de TDAH eh genético...marido tem, logo Lucas tb tem...O que temos que trabalhar agora eh tentar com terapias reduzir ao máximo os efeitos disso no Lucas, o quanto antes, para que ele não sofra quando chegar na fase de pre alfabetização...nem ele, nem nos.

Primeiro ele nos indicou dois livros para ler e la pegar algumas dicas de como atuar com o Lucas em casa. Sao eles: Mentes Inquietas e No Mundo da Lua. Depois disse para continuarmos com a terapia, pois ela já faz nas sessões alguns trabalhos. Também nos instruiu, quando o Lucas for um pouco maior, a buscar uma escola não muito tradicional e rígida, já que crianças com TDAH tem outras formas de mostrar interesse, ou melhor elas conseguem se prender a uma atividade quando essa eh lúdica e divertida. Portanto, escola mecanizada esta fora de cogitação.

Disse que terá que acompanhar o Lucas de 6 em 6 meses e que na próxima consulta vai nos encaminhar para uma hidroterapia, que eh uma técnica que tem mostrado ótimos resultados para melhorar a concentração das crianças.

Enfim, sai bem da consulta, sabendo melhor onde estamos pisando...ainda temos um longo caminho pela frente, mas estamos nele e isso eh o que importa.

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Filho n.3

Enquete: quantas amigas suas, amigas mesmo, nao vale a prima da vizinha, a amiga da amiga da cunhada..entao, quantas amigas tem 3 ou mais filhos??

Parei para reparar no meu ciclo de amizade e encontrei apenas 1 casal bem proximo (e isso pq o segundo vieram gemeos) e dois casais, amiguinhos da escola da Manu. O resto, todos os meus amigos proximos, alias, nao so amigos, parentes tb, todos pararam em 2 filhos e alguns fecharam a fabrica no primogenito.

Ai fiquei pensando...caramba, na minha epoca, que deve ser a sua tb, era comum ver familia com 3, ate 4 filhos. Anormal era familia com 2...com 1 entao, com certeza era pq o casal teve dificuldades para engravidar e nao conseguiu ter outro.

Mas hoje, o que mais se ouve eh: fechei a fabrica. Um ta bom...no maximo dois para nao ser filho unico.

E qdo as razoes entram no mérito, o mais comum eh: filho eh muito caro, da muito trabalho, nao quero colocar mais filhos nesse mundo todo de ponta cabeca, nao to dando conta nem de 2, imagina 3, tive filho velha, nao tenho mais pique... e assim vai.

Olha, confesso que eu mesma ja usei todas as afirmativas acima quando alguem me pergunta se parei no segundo. Mas sera que parei mesmo?? O racional parou, parou, estacionou o carro e jogou a chave fora. Mas confesso que la no fundinho da minha alma, as vezes me vem a imagem de um terceiro, para completar ainda mais a familia buscape...mas ai, o racional da as caras e a vontade eh varrida para debaixo do tapete.

Logico que nao consigo nem levantar o assunto com o marido, eh divorcio na certa...ainda estamos tentando nos reerguer apos o terremotinho chamado Lucas..serio...tem dias que nossas vidas ficam tao de pernas pro ar, o cansaco bate tao forte, o estresse e a irritabilidade tomam conta, que a gente se olha e pergunta: onde amarramos nosso burro! Ate que a primeira gracinha, de um ou outro, acontece, e td isso caia como num castelo de areia...e ai a gente confirma aquilo que ja sabemos, que nao conseguimos mais viver sem eles!! Bem louco esse conflito, ne?

Mas e voce, ja fechou a fabrica? Por que? Agora se vc tivesse condicoes $$$$ vc teria outro? Eu teria!


sexta-feira, 3 de junho de 2016

Ups and Downs

Fico pensando como pode um dia fluir joinha..filhos se comportando, mae tranquila e bem humorada, rotina sendo seguida sem manhas e chororo,...e no dia seguinte o capeta tomar conta e td virar de ponta cabeca...manhas, gritos, crianca te desafiando, mae estressada e cansada...vontade de fugir para a Lua e la ficar...

Serio, sempre me pergunto isso: Por que todos os dias nao podem ser bons e tranquilos? E vou alem, o que sera que faz o dia virar de ponta cabeca, porque imagino que deva haver um gatilho, algo que acontece que faz com que td desande.

Fico pensando se nao sou eu..sabe aquele lance de energia..se acordo bem, de bem com a vida, td flui bem...mas se acordo mal humorada, cansada, de saco cheio...ai td ao redor eh contaminado pelo minha energia do mal..sabe?

Sei la...so divagando...tem dias que poderia pular, ne?


quinta-feira, 2 de junho de 2016

Irmaos

Achei tao linda e tão pura essa foto. Amor de irmaos. Td q desejo a eles Eh não importa o q aconteça, q eles sempre estejam assim, juntos, um acompanhando o outro, um dando apoio pro outro, um rindo com o outro, um protegendo o outro. Melhor presente q eu dei pra Manu foi um irmão. Não tenho dúvidas disso.

PS: Viu? A trabalheira com as fotos valeu a pena!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Fotos, que fotos?

Primeiro filho: você se transforma no fotografo mais rápido da Terra..qualquer movimento, risadinha, conquista do seu filho, e la esta vc, maquina a postos e milhões de cliques. Não bastasse os milhões de cliques, você organiza as fotos todas no computador, separadas por meses e, pasmem, revela as fotos a cada três meses, colocando elas bonitinhas em álbuns coloridos, cada foto com uma legenda... e ainda monta um porta retrato mes a mês....ai que fofo.

Segundo filho: no meio do parto, você lembra o marido de tirar algumas fotos. Ao longo do crescimento do baby, vc nem lembra onde colocou a maquina mega power, canon, ultra zoom que vc tem...pra que, quando vc se lembra de tirar um foto do baby, você cata o celular e clique...e depois? Depois o que? As fotos ficam la na nuvem, ninguém as ve, vc não se lembra onde arquivou, nem se aquela foto era dele com 3 meses ou com 4.

Aí a ficha cai...vc se toca que a sua filha mais velha tem 3 álbuns lotados de fotos reveladas e mais alguns porta retratos espalhados pela casa...e que seu godo gotoso da mamãe não tem um álbum sequer comprado, o porta retrato mês a mês esta escondido no fundo do armário, e a única foto revelada dele na casa foi a que veio do berçário, quando um fotografo salva-mae-desnaturada tirou a foto do seu filho e vc rapidinho comprou e tacou na geladeira (porta retrato pra que?).

Aí a consciência pesou!! Ontem passei muitas horas da minha noite baixando pro meu note todas as fotos existentes nas maquinas e nos celulares da casa, para então fazer um trabalho de formiguinha de separar dentre todas as fotos, as que o godo gotoso da mamãe aparece, desde seu nascimento ate hoje, e assim como na mais velha, tentar separa-las mês a mês.

Pronto. Job concluído. Fotos do godo gotoso, ate 12 meses, a caminho da revelação. Ufa. Tirei um peso das costas. Bora agora comprar um álbum lindo nas Americanas.

Em tempo: No seu primeiro ano, Lucas teve no total 230 fotos decentes. Manu: mais de 500. Eh, o caçula sofre!!

Em tempo 2: agora que parei mesmo para reparar nas fotos do Lucas eh impressionante como ele e a Manu eram idênticos como bebes. Tem duas fotos dele que eu tenho a sensação absoluta que tenho fotos idênticas da Manu, do mesmo jeito. Vou buscar no meu HD externo e depois faco uma montagem para vcs verem.





segunda-feira, 30 de maio de 2016

Festa 1 ano do Lucas

Esse final de semana recebi as fotos do aniversario do Lucas...queria porque queria fazer uma festa com o tema de monstrinho. Acho muito fofo...so que,  assim como na festa da Manu, esse tema não existe mesa pronta, então la foi a mae aqui colocar a mao na massa.

Fiz uma festa pequena, para família e poucos amigos, num buffet pequenino e com preco oteeemo, perto de casa..ate pensei em fazer no salao do prédio, mas o salao não tem ar condicionado, e no auge do verão, achei que não ia rolar todo mundo derretendo dentro do salao.

Lucas não tava muito entendendo que aquilo era para ele, mas se divertiu na piscina de bolinhas. Entao valeu.