quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Entre tapas e beijos

Não vou dizer que os terríveis dois já estão batendo a porta aqui de casa. Me recuso. Manu so tem 1 ano e 3 meses. Mas que alguma chavinha nela foi virada, isso foi. As birras aumentaram. Começou a dar tapas. E semana passada a professora dela me chamou para avisar que a Manu começou a morder os coleguinhas.


Na hora fiquei tensa. Ela me tranquilizou. Disse que da sala a Manu era a única que ainda não tinha entrado na fase do morder e dar tapas. E que sim, todas as crianças entram nessa fase, umas mais intensas outras menos. Não adianta, aprende vendo. Ela so me alertou desse fato por dois motivos, um que pode ser que assim como ela esta querendo morder, ela tb seja mordida e, outro para reforçar em casa a atitude que eles tem na escola, de fazer ela fazer carinho, essas coisas.

E as birras? Já deixamos ela no chão do shopping e continuamos andando. Gente, o que eh isso, ela so tem 1 ano e 3 meses. O pior não eh deixa-la no chão do shopping, ate pq ela não ficou nem 10 segundos, logo que viu que não ia atrair a nossa atenção, parou de chorar e se levantou, mas o pior são os olhares de reprovação de todo mundo, como se fossemos os piores pais do mundo.

Nessas horas da vontade de dizer: ta olhando o que? A filha eh minha e eu educo do jeito que acho melhor.

Andei lendo sobre como lidar com a birra e vi, pra minha felicidade, que estamos no caminho certo. Vou fazer um post sobre isso, afinal, não conheço uma mae que não tenha passado por isso tampouco um bebe que não tenha, pelo menos 1x na vida (hahaha, ou seria 1x por dia), um ataque de birra.

E enquanto a chave estiver virada, Manu vai ouvir muito: não Manu, isso doi, eh carinhoooooooo.....

7 comentários:

Cláudia Leite disse...

Lá em casa Bella está mais tranquila nos últomos dias, mas ela passou por dias bem difíceis viu. Fazia mt birra, manhã. Mas até agora ela quando está nervosa dá cabeçada (Vê se posso com isso) cabeçada na parede, e se estiver no colo lança a cabeça contra a nossa! Já até desenvolvi técnicas para me esquivar...
Tento ser firme, mas levar no banho-maria, pois é fase mesmo.
Pessoas que julgam mães que agem correto é porque não passaram pela experiência da maternidade, por isso é bem facil julgar neh?

Bjão!

Carol disse...

Tenho uma baby de 1 ano e 2 meses e parece que a chave virou lá em casa tb! Isabel anda muito agarrada comigo, e qdo é contrariada chora, se joga no chão um horror. Tb recebo esses olhares (que muito incomodam), mas realmente penso como a Claudia. Esses olhares são de pessoas que não tem filhos, ous e tem, não se lembram dessa fase. Muito fácil falar, dificil é ser EU! ;)

Ananda Etges disse...

Aqui em casa estamos na mesma, já faz um tempinho. De vez em quando o Vítor está terrível. Faz de tudo para chamar atenção, se joga no chão, bate e morde. O que temos feito é tentar minimizar o "show" dele, não dar muita atenção. Se fica demais, principalmente a parte da agressão, xingamos e até colocamos de castigo, pois o comportamento estava muito repetitivo na escola (vulgo bilhetes todo dia). É uma aprendizagem diária, não tem fórmula mágica! Mas que é difícil, isso é! E como!

Boa sorte por aí!

Beijos, Ananda.

Fernanda Lucas disse...

Amiga faz parte sim viu, mas passa rapido!
Re lembro que vc. comentou num post sobre um xarope milagroso para tosse, qual o nome?
Isadora esta a 3 meses com uma tosse que nunca passa, cada consulta um xarope diferente e nenhum resolve, aff…
Bjos

Casamento feliz disse...

Educar uma criança realmente não é tarefa fácil mas acho que vc está mesmo no caminho certo . Beijos Rê

Karla disse...

Re, passamos por isso aqui também. Theo começou a dar tapas na gente e eu morria de tristeza. Hoje em dia está bem melhor, pareque que esqueceu, mas ainda gosta de se jogar no chão vez ou outra.
Bjs

(Mamãe) ~Pinel disse...

Essa chavinha da Lara tá virada até hoje. Pra falar a verdade, parece que viraram um pouco mais depois dos 23 meses!!!
Haaaaja paciênciammm!!!