segunda-feira, 7 de abril de 2014

Quando a gente perde o controle...

...o remorso nos destrói!! Não adianta, todos nós, mães e pais, somos humanos...e por mais buda que sejamos, por mais que respiremos 1000 vezes antes de agir, por mais que saibamos que gritar com os filhos apenas assusta mas não educa, por mais que amemos nossos filhos ao extremo, nós uma hora ou outra, perderemos o controle, falharemos, agiremos por impulso, afinal, somos humanos e portanto, não somos perfeitos, pelo contrário, somos passiveis de erro.

 Tá, ok...mas se temos tanta consciência disso, entao por que nos sentimos um bosta quando agimos assim? Por que o remorso bate tão forte que parece um soco no estomago? Por que você tem vontade de voltar uns minutos no tempo e fazer diferente? Por que?

 Segundo a minha terapeuta, os pais não são perfeitos e nem devem ser, não devem ser pelo simples motivo de que os filhos também não serão e, portanto, eles, os filhos, devem ter total noção disso, de que papai e mamãe também erram e, tudo bem em errar, desde que é claro, você peça desculpas a quem magoou  e aprenda com seu erro.

 Tudo lindo na teoria, mas na pratica, hoje meu coração sangra por ter gritado que nem uma louca com a Manu quando ela quebrou a porta do meu armário...por ter perdido o controle e visto nos seus olhinhos de jabuticaba algo que eu nunca esperava ver: medo! Medo de mim, medo da minha reação, medo de ser castigada, medo de perder a coisa mais importante da vida dela nesse momento: o meu amor. O medo de me perder era tao nítido, que quando ela começou a chorar tudo que ela aclamava era por mim (mesmo sabendo que eu estava brava com ela), era pelo meu colo, pelo meu pedido de desculpas. E ele veio. Eu pedi desculpas pela minha reação, seguido é claro de um pedido para ela nunca mais brincar com a porta do meu armário, mas o estrago já estava feito, possivelmente mais em mim do que nela.

 Sei que amanha ela nem se lembrara mais da minha reação exacerbada, afinal, quem hoje se lembra de todos as broncas que levou dos pais quando criança...mas isso não é desculpa para continuar agindo assim...espero que esse erro eu tenha aprendido e consiga me controlar mais da próxima vez.

3 comentários:

Evy disse...

Ah Rê, eu não sou mãe ainda, mas acho que consigo imaginar o que você está sentindo!
E não deve ser mesmo a coisa mais gostosa de sentir...
Mas acredito que a gente aprende errando, e se você se arrependeu e se desculpou com ela é sinal de que não fez o que fez por maldade, você agiu por impulso, no calor do momento.
E como você mesma disse, você é humana e por isso erra!
Espero que já esteja se sentindo melhor!!!
Beijinhos

Dany disse...

Já perdi o controle algumas vezes também. Disso, a gente tira aprendizado. O mais importante é saber que pode ser diferente. Beijo em vcs duas!

Si, mãe da Isabela disse...

Já passei por isso e é terrível, nos dias atuais a tolerância esta pouca e a pequena esta me testando o tempo todo, tenho conseguido mas não esta fácil tb ....

bju de mãe para mãe