quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Nova fase: tapas

Manu deu agora de bater. Bate quando eh contrariada, quando alguem lhe toma algo, quando nao consegue fazer algo e fica frustrada. Tudo, leia-se, tudo é motivo para ela vir lhe dar um tapa (ou beslicar).

Ja falei que nao pode, ja disse que eh pra fazer carinho, ja coloquei de castigo, ja a fiz pedir mil vezes desculpas a quem ela bateu. Mas por enquanto, ela ainda continua agindo assim. Nao sei mais o que fazer. E tb me questiono de onde vem isso, ja que aqui em casa a gente nao bate, nem na Cuca.

Ontem comentei com a professora da Manu sobre isso, perguntei se ela estava batendo nos colegiunhas e ela disse que sim, mas que nao era so ela eram todos. E que inclusive esse será um dos assuntos abordados na reuniao de pais que teremos no sabado. Bom, isso nao me fez me sentir melhor em relacao a Manu, mas acabei tendo uma ideia de onde ela esta aprendendo a agir assim.

So espero que isso seja so mais uma fase, assim como foi a fase das mordidas. Do mesmo jeito que vem, vai embora e até isso acontecer terei que ser bem rigorosa, dizendo nao a cada tapa e mostrando que nao pode, que machuca...inclusive pondo de castigo quando necessário.

E mesmo assim, ainda me questiono se essa eh a melhor abordagem para ela aprender que nao pode fazer isso.

3 comentários:

Janaina Santos disse...

Eu não tenho experiência, mas acho que tudo é uma questão de fase mesmo e ainda mais na escolinha, ela pode apanhar e ter que se defender, né? rs... bjo e boa sorte!

Andrea Fregnani disse...

Oi, Renata, por aqui Alice andou bem nervosa perto dos 2 anos. Em uma crise, ela começou se bater e estava tão descontrolada que acabou me acertando. Na hora eu virei ela para o lado do bodê (estávamos no banheiro e ela não queria tomar banho) falei que ela pode ficar nervosa, mas que não podia bater em ninguém, mas podia bater nas coisas se quisesse, ela bateu tanto a mãozinha no bidê que fiquei com medo de machucar.
Então descobri que é bom aceitar a raiva da criança, conversar e falar que ela pode ficar assim, e ensinar direcionar a raiva para objetos inanumados, e rezar pra funcionar ajuda tb ;)
bjs

Minha Filha Minha Vida disse...

eu de novo rsrsrs então estou lendo um livro que se chama "a criança mais feliz do pedaço" e o pediatra que escreveu começa justamente por este ponto, diz ele que crianças nesta faixa etária são consideradas "homens das cavernas" e que explicar que não pode apesar de parecer coerente não funciona muito diz ele que no capitulo 3 vai ensinar passo a passo como proceder .... não cheguei lá ainda mas assim que eu chegar juro que volto aqui para te contar rsrsrsrs

beijos