terça-feira, 28 de maio de 2013

Puxou a mãe

Ja desisti de achar na Manu alguma semelhança fisica comigo. Não adianta, cada dia que passa parece que ela fica cada vez mais a cara do pai e cada vez mais a cara da sogra. Paciencia, fazer o que, ne? O importante é que tenha saúde, hahaha.

Maaassss, cada dia que passa e que ela vai mostrando a sua personalidade, vai falando mais, estou vendo agora muitas manias e jeitos iguais a mim...eh, o gene interno pelo menos não me deixou na mão!! Quer alguns exemplos:

- Manu so come bolacha recheada separada. Juro que nao ensinei isso a ela. No primeiro dia que ela comeu uma bolacha, ela disse: abe mamae..pra eu separar os lados.
- Manu, assim como eu, perde a paciencia quando nao consegue fazer alguma coisa. Infelizmente ela tb herdou as coisas ruins, hahaha.
- Manu dorme mexendo os pés, isso desde bebe.
- Manu também tem horror em vomitar. Eu quase infarto cada vez que vomito, choro horrores. E ela, é igual. Chora, morre de afliçao, tenho que tirá-la do ambiente para ela não ver seu vômito.
- Manu adora sapatos. Juro, acho que se der uma Barbie e um sapato para ela escolher, bem certo que ela escolha o sapato.
- E ela amaaaa Barbie, que foi sempre a minha boneca favorita. Ate hoje eu tenho todos os moveis e roupinhas da minha epoca de Barbie. E o interessante é que nao fui eu quem introduzi a Barbie para ela. Ela mesmo descobriu a boneca na casa da minha sobrinha e nao mais largou.

Ta vendo...ate que em algumas coisas a Manu puxou a mãe, rs.

4 comentários:

Cláudia Leite disse...

Ha, sempre haverá semelhanças, somos o maior exemplo delas neh, elas se espelham e nós!

Bom feriadão, bjo!!!

Anônimo disse...

ela ja come bolacha recheada com essa idade? putzz

projetodemae disse...

Aqui em casa é igual! Vítor se parece fisicamente com o pai, mas noto que a personalidade é mais parecida com a minha!

Manu tá uma graça! Babei na foto dela da natação :)

Beijos, Ananda.

Anônimo disse...

Aff, a Manu já tem dois aninhos. Qual o problema de comer bolacha recheada? Cada comentário ridículo...

Cibele