quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Menina Moleque


Manu é moleque. Isso é fato e notório. Adora uma bagunça. Anda de patinete, sobe em arvores, pula em poça de agua.

Tem dias que eu pergunto para ela o que ela fez na escola e ela responde: Bagunça!

 Mas o mais interessante desse lado dela de moleque eh que ela tb tem um lado bem menina, de usar rosa, gostar de maquiagem, pintar a unha e tal e brincar de Barbie (adora)...agora o legal mesmo é seu gosto pelos brinquedos e em como ele oscila entre seu lado moleque e seu lado princesa, entre querer uma Barbie nova ou um carrinho, entre chutar bola ou brincar de comidinha.

 Estavamos na praia e fui com ela no supermercado ver se tinha um conjuntinho de panelinhas para ela brincar na piscina. Na hora que vi o conjuntinho e mostrei para ela, ela disse, ete não mamãe, quelo aquele..e apontou para uma moto de brinquedo...sai de la com os dois, a moto e a cestinha de panelinhas e com os dois ela brincou no final de semana inteiro, confesso que ate mais com as panelinhas.

 Também perguntei para ela o que ela queria ganhar de presente de Dia das Crianças, crente que ela fosse dizer uma Barbie ou algo do gênero. Para então eu escutar: Um dinossauro, bem gande!!

 E dia desses ela pediu um caminhãozinho para a avó e sabe o que ela colocou na caçamba do caminhão assim que ela o ganhou? Todos os seus brilhos, esmaltes, pulseiras e afins.

Sinceramente, acho td isso muito legal..enxergo esse gosto eclético dela por brinquedos super saudável e criativo, já que tem vezes que ela fica horas brincando na cabaninha com as bonecas, de fazer comidinha e tem horas que os brinquedos, diria de “meninos”, a atrai... não a reprimo, pelo contrario, se eh um dinossauro que ela quer, eh um dinossauro que ela terá. Nunca vou me esquecer do natal passado em que em meio a tantas ofertas de brinquedos e eu querendo muito que ela escolhesse sua primeira boneca com carrinho e tal, ela escolheu uma bateria para ganhar do papai noel. E a bateria esta la, no meio da sala, sendo usada diariamente por ela!

Meu mundo, desde que a Manu nasceu, é cor de rosa, mas é também azul, verde, amarelo, vermelho, marrom...

2 comentários:

Cláudia Leite disse...

Há! A inocência da criança neh?!
Eles nascem livres de qualquer preconceito e fazem as suas escolha sob aquilo que gostam... nós é que os influenciamos a gostar de "coisas de menino" e "coisas de menina".

✿ Rê ✿ disse...

Ola!
Quando eu era pequena jogava futebol, empinava pipa, também tinha um jeito moleque!
Faz parte da infância mesmo, crianças não tem preconceito.
Amei seu cantinho e estou te acompanhando!
Tenha um ótimo dia!
Carinhosamente

Blog: Femme Digital