terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Carta ao Lucas

Fiz essa carta ao Lucas na véspera dele nascer, sem saber que ele estava por nascer. Achei que conseguiria publica-la ate seu nascimento, mas o menino foi tao apressado que veio antes da publicação. Mas, assim como fiz com a cartinha da Manu, segue a sua carta filho.

Filho,

Chegamos aos 9 meses...dentro de alguns dias (ou semanas) você estará aqui, nos meus braços, e eu poderei finalmente ver seu rostinho, aquele que em todos os ultrassons vc fez questão de esconder com a sua mãozinha. Poderei te cheirar, te tocar, te acariciar.

Você não faz ideia de como estão todos super ansiosos para te conhecer. Sua irmãzinha Manuela está que não se aguenta..diz para todo mundo que vai ajudar a mamãe, mas que não quer saber de trocar a sua fralda, que isso quem fara será o papai. Sei que no começo ela pode ate ficar um pouco com ciúmes, mas tenho certeza que logo logo ela vai adorar te ter como irmão. Papai também está super ansioso, louco para você nascer e te ensinar um monte de coisas. E o vovo Clemente, então, nem se fale, afinal, depois de 5 netas, finalmente ele terá um neto. Me liga todos os dias para saber como estou, se você já está querendo sair de dentro da minha barriga, etc etc.

Ai filho, eh tanto amor aqui fora te esperando que espero que de alguma forma você esteja sentindo esse amor ai dentro também.

Sabe, filho, você foi muito desejado, sempre eu e o papai tivemos a certeza que teríamos dois filhos, que não seria legal para a Manu ser filha única e que o maior presente que podíamos dar a ela era um irmãozinho. E fico feliz que você tenha escolhido a nos para sermos a sua família!

Confesso que o começo da gravidez não foi fácil, passei muito mal, criei expectativas que não se concretizaram e levou um tempinho para que eu aceitasse de bracos abertos que lindo presente Deus estava me dando: VOCE!

Demoramos para escolher o seu nome. Na verdade Lucas foi o primeiro nome que nos veio em mente, mas todo mundo nos dizia que os Lucas eram terríveis e, confesso, ficamos um pouco com medo,  pensamos em desistir do seu nome, consideramos outros, ate que um dia a Manu disse que o irmãozinho dela chamava-se Lucas. E assim ficou. Se você sera terrível, não sabemos. Na verdade queremos sim que você seja um menino sapeca, divertido, saudável, criativo e acima de tudo, FELIZ, sem eh claro, deixar de ser educado e obediente.

Não sou uma mãe perfeita, mas sou a melhor mãe que consigo ser. Manu foi nossa cobaia, tudo que aprendi como mãe, aprendi com ela. Nisso vc já esta em vantagem, não vai sofrer tanto, rsrsrs, apesar de que sei que ainda aprenderei muito com você, afinal, um filho nunca eh igual ao outro, todos tem suas peculiaridades, suas qualidades e seus desafios e, eh isso que torna a maternidade tao incrível.

Filho, estou que não me aguento esperando a sua hora...confesso que hoje estou mais ansiosa com a sua chegada do que estava com a chegada da sua irma. Não sei explicar o por que...mas eh tanto amor transbordando de dentro de mim...

E tudo que eu desejo a você eh que você tenha uma vida plena, que você e a sua irma sejam melhores amigos, unidos para sempre, que você ame os animais (em especial a Cuca, sua irma canina), respeite as pessoas, a natureza, o mundo, que não tenha medo de experimentar coisas novas (desde que beneficas), que puxe de seus pais a paixão por viajar e conhecer o mundo, que esteja sempre aberto para aprender, sempre, todo dia um pouco mais, que saiba que desde o primeiro instante, nos te amamos, demais e que poderá sempre contar conosco para o que der e vier.

Sua hora de vir para esse plano está chegando...e qdo ela finalmente chegar, que você venha para ca com muita saúde, muita luz e com uma missão linda e especial a ser cumprida.

Estou aqui, esperando você me dar os sinais de que está pronto para nascer, para juntos, fazermos isso acontecer, em um lindo nascimento, rodeado de muito amor.

De sua mãe,

Renata







2 comentários:

Casamento feliz disse...

chorei ... lindo Rê ... Beijos

disse...

Que linda a carta!