quarta-feira, 3 de julho de 2013

A nova escola da Manu


Pronto. Acabaram as visitas. Depois de ter visitado uns 10 colegios prometi ao marido que não iriamos visitar mais nenhum. Já temos a escola da Manu pro ano que vem? Não. Estamos entre 2, muito parecidas entre si. A primeira conclusão que eu tirei depois dessa via sacra foi que não existe o colégio perfeito. Todos tem seus pros e contras e temos que aprender a viver com isso.

 Alguns odiamos no minuto que entramos. Outras ficaram no patamar do não fede nem cheira. Ou seja, não odiamos, mas tb não caímos de amores. E três a gente gostou, balançou, nos empolgou, dessas uma já descartamos pq fica fora de mao (já que se Deus quiser ate o final do ano a gente muda de bairro) e as outras são essas duas que ficaram pra final.

 Uma delas tem a vantagem de ser perto de onde, se Deus quiser, iremos morar. Gostei da proposta pedagógica, do espaço do colégio como um todo e de que há a possibilidade de integral, caso um dia eu precise. Mas não curti muito o espaço voltado ao fundamental em diante. A parte do Infantil eh linda, super lúdica, cheia de áreas legais pras crianças brincarem, mas qdo elas vao pro fundamental e mudam de prédio, parece outra escola, senti ate um choque, td concretado, sem nem um parquinho para eles brincarem no recreio. Fico pensando se a Manu tb não sentiria esse mesmo choque. Outro ponto eh que se ela fosse pra essa escola, ela entraria no bilíngue deles, so que o bilíngue deles a partir do fundamental fica bem puxado, eh das 9h30 as 17h30 já que ela teria aulas de todas as matérias nos dois idiomas e isso eu acho demais da conta. Claro, tenho sempre a opção de qdo ela chegar no fundamental tira-la no bilíngue e coloca-la no normal.

A outra eh um pouco mais longe, tem uma área linda, enorme, com bosque e milhares de lugares para as crianças explorarem. Gostei tb da parte pedagógica e principalmente da preocupação da escola com os valores. La não tem a opção de integral, então se um dia eu precisar terei que me virar de outro jeito. Já conversei com mães que estão adorando a escola e tb com mães que não curtiram tanto assim. A principal queixa das que não curtiram eh que eles são super rigorosos com disciplina e a parte pedagógica eh bem puxada, a la lição de casa todos os dias, inclusive nas férias. Sempre estudei em colégio forte, mas fico pensando se mesmo eles sendo assim, ainda sobra tempo para a criança ser criança e principalmente, criar. Tb me questiono se não eh melhor ser assim do que mais solto e flexível. O engraçado eh que qdo eu fui visitar a escola eu não tive essa sensação de rigidez e de rigor nos estudos, pelo contrario, nas turmas de 3 e 4 anos, não tem nem mesinhas nas salas, eh td feito no chão e em roda.

 Enfim, estou nesse impasse. Ainda vou conversar melhor com o marido sobre isso, colocar td na balança....Mas uma coisa o marido tem razão: Re, nada eh definitivo. Se a gente escolher uma e não curtir, muda! Manu ainda esta na fase de que escola eh pra brincar, então sempre eh possível muda-la, desde que ela continue tendo com o que brincar e com o que explorar.

4 comentários:

Minha Filha Minha Vida disse...

Re desejo tudo de bom para vocês nesta escolha tão importante !

ps.: acho que o fato do "fundamental" da sua "eleita" não lhe agradar não deve ser empecilho uma vez que tudo muda e ainda esta longe dela iniciar esta fase.

bju

Cláudia Leite disse...

Já é difícil escolher algo para nós, imagina então para nossa preciosidade neh?
Tb penso que a melhor educação seria ótimo, mas que tb, se não fica puxado demais.. mas crianças são tão mais adaptáveis que nós!
Espero que faça uma boa escolha, bjão!!!

Cantinho da Fabi disse...

Preciso ter metade da sua organização Rê
Beijos

Anônimo disse...

nao da pra entender vcs agora que ela ta acostumada na escola depois de tanto chorar e sofrer vcs pensam em trocar pobre criança
lu gasthal