quinta-feira, 18 de julho de 2013

Mãe, um ser bipolar

Depois que virei mae descobri que as mães são seres bipolares, que caminham de um extremo ao outro na maior facilidade, vao do 8 ao 80 em questão de segundos. Tá, estou generalizando, pelo menos essa mae aqui descobriu, com a maternidade, ser assim.

 
Um dia quer encher a filhota de beijos e abraços. No outro, tem vontade de estrangula-la.
Um dia não ve a hora da filha crescer, para aquela fase chata passar. No outro, olha as fotos dela bebe e lamenta como o tempo passou rápido.
Um dia adora o grude, adora ser demandada, como se fosse a única pessoa na vida da filha. No outro, td que quer eh um dia inteiro sem a filha, so pra se sentir qualquer outra coisa, menos mãe.
Um dia chora de emoção e orgulho da filha. No outro, chora de raiva.
Um dia deseja ter mais 3 filhos. No outro tem a certeza que filho único é a melhor coisa do mundo.
Um dia olha com ternura e amor para a filha. No outro, olha cansada e sem paciência.
Um dia tem vontade de comprar a loja de brinquedos inteira para a filha. No outro, diz não quando a filha quer porque quer aquela bonequinha linda.
Um dia tem certeza que esta educando corretamente a filha. No outro se questiona se está no caminho certo.
Um dia transforma a casa numa grande brinquedoteca. No outro arranca os cabelos com a bagunça que está a casa.
Um dia briga com o marido porque comprou bala para a filha. No outro da a bala escondido. 

Mas o mais importante:

Um dia ama muito a filha. No outro, ama ainda mais, pq apesar das dificuldades e desafios, o amor só cresce!

5 comentários:

Tais disse...

Adorei. A do filho único um dia, e ter mais três no outro, e o grande dilema. Renata e a Tais do clube, queria te perguntar umas duvidas sobre escola, vc tem email?

Re disse...

Tais, tenho sim, anota aí rebasile@uol.com.br

Si, mãe da Isabela disse...

exatamente assim ....

beijos de mãe para mãe

(some não)

Cláudia Leite disse...

é que, onde tem amor, tem extremos mesmo...

bom final de semana!!

Cantinho da Fabi disse...

Imagino que seja isso mesmo mas algumas não tem coragem de confessar esses sentimentos ... Beijos Rê