sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Diferenças

É inevitavel para mim pensar em como estaria sendo a minha gravidez se a minha mãe estivesse aqui comigo..talvez hoje eu já teria comprado muitas coisinhas para o serzinho, pq sei que ela me arrastaria fim de semana sim e outro também para o shopping. Talvez hoje, além de feliz com a gravidez, eu já estivesse naquela fase de empolgação total, pique total para organizar e planejar tudo, tudo reflexo da empolgação dela.

É inevitável para mim comparar a minha mae com meu pai nesse momento. Minha mãe ja teria espalhado para metade da cidade de Sao Paulo que ia ser avó do filho da filha dela (bem diferente do que ser avó das filhas das noras), minha mãe já teria comprado um ou vários presentes pro serzinho, minha mãe me ligaria todos os dias para saber como eu e baby estamos, minha mae saberia quando eu teria consulta e ia querer ir junto, minha mãe não teria me deixado mudar de médico, minha mãe estaria me paparicando, muito!

Meu pai, muito diferente da minha mãe, eh mais na dele. Meu pai não contou para ninguem que eu estava gravida, meu pai até hoje não me deu nenhum presente pela gravidez, meu pai não me liga sempre e quando me ve pergunta como eu estou, mas esquece de perguntar do baby, meu pai me incentivou a mudar de médico e ir para um bom de convenio, assim eu pouparia mais, enfim, meu pai não me paparica. E isso significa que ele não está empolgado com o neto(a)? Nao, de jeito nenhum. Simplesmente esse é o jeito dele, sei que ele está feliz que eu estou gravida, sei que ele vai curtir esse neto como curte os demais, mas ele não eh de se expor, de demonstrar, de ter iniciativa. Sempre foi assim!

Mas eu tenho que admitir que eu gostaria muito que ele fosse um pouco que nem a minha mãe..eh muito dificil quando vc fantasia sobre a sua gravidez, fantasia sobre tudo que vc faria com a sua mae, e de repente vc tem que reconstruir essa fantasia e na fantasia atual, ou melhor, na realidade, sua mae nao esta mais aqui com vc, vc nao eh tão paparicada qto gostaria, toda aquela empolgaçao que vc achava que ia vir dos seus pais, nao vem, todas aquelas idas as lojas para ver enxoval, decoração, etc perde o encanto, e o encantamento por estar gravida não vem mais do mundo externo, vc tem que construi-lo dentro de você e, isso é mais dificil, afinal, a empolgação daqueles que vc mais considera eh contagiante.

Sei que tenho os outros, a familia do marido, as amigas, as pessoas proximas, que já disseram mil vezes que estao aqui, que se eu quiser companhia para ver coisas pro baby eh so ligar, que me ligam e escrevem perguntando como eu estou e como está o serzinho, mas eles não sao minha mãe, eles não são a minha familia proxima e, eu hoje não consigo chama-los para ir comigo ver isso ou aquilo, sempre fica a sensação de que algo está errado, algo está faltando. E eu sei o que eh, falta a minha mae, que na minha fantasia pre-gestaçao, pre-falecimento, ela fazia parte..falta meu pai ser um pouco como ela, para que assim eu possa substituir a protagonista da minha fantasia por outro, ele. Falta.

Mas não falta amor e nem felicidade pelo serzinho que está aqui dentro de mim e acho que isso eh mais importante do que qq paparicação, empolgação, etc. E mesmo sem minha mae, e mesmo sendo meu pai como ele é, ainda tenho marido e a mim mesma para fazer desse momento algo especial!

4 comentários:

Fabi da Juju disse...

Amiga,

Sem duvida não faltara amor para esse baby ai.

Bjo

Lindinha* disse...

Me emocionou o seu post, mãe é mesmo diferente, eu tenho a minha, e participou de tudo, ficou com a gente quando a Alice nasceu, mas ela mora longe e teve problemas de saúde, e não pode vir mais pra cá, fico angustiada, principalmente nos domingos que visito a sogra, dá um nó na gargante da Alice não estar convivendo com minha mãe...
Mas, amigas tb são uma delícia para paapricar a gente na gravidez, aproveita delas ;)
bjs e ótima semana para vc e o serzinho

Sol disse...

Rê, criamos uma fantasia tão linda quando temos uma pessoa que amamos do nosso lado, né?
Eu amei o post. Sei que vc não sente menos amor do seu pai quando vc sabe q ele é mais contido.
Vai dar tudo certo! e pense sua mãe esta a cada segundo so seu lado.

Tatiane do Carmo disse...

Oi Renata.
Estou aqui, em lágrimas.. sei exatamente o que você relatando, sinto na pele.
Perdi minha mãe em novembro e me descobri gravida nesse sábado, 09/04.
Minha mãe era louca por um neto, netinha, eu brincava q ia fazer um e dar pra ela cuidar e ela achava o máximo. Também a perdi para o câncer, e dói muito essa ausência. Só quem passa sabe.
Um bjo