terça-feira, 5 de abril de 2011

Esclarecimentos

A Má fez um comentario no meu post da Malinha da Manu em que ela disse que ficou passada quando eu disse que estava levando umas fraldas de pano para as pessoas colocarem sobre a roupa quando pegassem a Manu no colo e quando disse que não deixaria todo e qualquer cidadão que fosse me visitar na maternidade pegar a nenem no colo, apenas algumas poucas pessoas.

Nao sei qual a opinião de vcs sobre isso, mas sei que eu nao sou aquelas pessoas neuróticas, só sou cuidadosa. Nunca, em todas as vezes que eu visitei bebe na maternidade, eu pedi para segurar o recem-nascido e, mesmo quando a mãe perguntava se eu nao queria segurar, eu respondia que nao, obrigada, afinal, tinha vindo direto do trabalho, com a roupa que eu passei e suei o dia inteiro e, por conta disso, nao achava nem um pouco higiênico passar td isso para um bebe.

E as poucas vezes em que eu segurei o recem-nascido, era pq as crianças em questão eram meus sobrinhos, mas isso, sem antes lavar as maos e colocar uma fralda no ombro, para que o bebe e sua boquinha, nao tivesse contato com minha roupa suada e cheia de poluição, bactérias, etc.

Sei lá, nao via essa minha atitude com uma coisa neurotica, mas sim como uma consideração para com a mae e em especial, para com aquele serzinho, que acabou de vir ao mundo com zero de anticorpos.
E eh essa mesma consideraçao que eu espero que as pessoas tenham comigo e com a Manuela. Como sei que muitos nem se tocam disso, entao estou fazendo a minha parte, levando umas fraldinhas de papo para colocar sobre a roupa daqueles que eu oferecer para segurar a Manuela...isso mesmo, eu oferecer.

Talvez nem todos entendam a minha atitude, talvez enxerguem isso como exagero, super proteção, sei lá, mas digo que no curso de gestantes eles orientaram a gente a agir exatamente da forma que eu sempre agi, o que me leva a concluir que o meu excesso de zelo e preocupação com minha nenem ou a dos outros, não seja assim tão absurdo.

Por outro lado, nada eh definitivo. Pode ser que na hora, eu fique tao feliz com a Manu que queira que todo mundo a pegue no colo, sinta pelo menos um pouquinho da felicidade que eu estarei sentindo quando ela está no meu colo.

Nao sei...hoje eu penso assim, hoje eu agiria assim na maternidade..mas so na maternidade, afinal, nao tenho perfil de mae neurotica, so cuidadosa na medida!

16 comentários:

Carol Garcia disse...

puts, re...
complicado...
bom,
eu já acho um absurdo as pessoas invadirem a maternidade logo no primeiro dia, portanto sempre visito o babies queridos pelo vidro do berçário e mando um beijo para a mamãe cansada através do pai babão que nos recebe.
mas isso depende de cada um.
comigo foi diferente.
me invadiram.
isaac nasceu as 21h25 e no dia seguinte as visitas começaram a chegar as 7 da manhã.
e só pararam as 23h.
ou seja. meu primeiro dia como mãe não foi meu.
sei que as pessoas fazem por carinho.
eu não levei fraldinha pra proteger o isaac, pensei no bom senso das pessoas e concordo com vc que teve muita gente sem noção que nem lavou a mão pra mexer com o meu recém chegado filho.
são cuidados que todos deveriam ter.
tbm sofri com a falta de respeito com as visitas em casa. as pessoas achavam ruim qdo eu falava que era melhor vir nesse ou anquele horário, pq eu estava sozinha aprendendo a ser mãe e o isaac e eu estávamos nos acostumando.
ouço ate hoje que sou uma fresca metida que quis colocar horários pra visitas.
sei que vão me entender qdo tiverem seus próprios rebentos, mas...
tenha seus cuidados sim, mas fique atenta e não se renda aos exageros.
depois que os filhos nascem a gente tende a construir a tal bolha. e isso não é bacana nem pra nós nem pra eles.
dá vontade de tê-los só pra nós e a coisa não funciona dessa maneira.
vá com calma que tudo se resolve.
e ó, uma dica: com vó, tia e amiga mais íntima, esse negócio de "oferecer" não funciona muito não.
bjo bjo bjo

Andrea Fregnani disse...

Eu tive sorte qnd a Alice nasceu, só me visitaram na maternindade pessoas muito próximas e o pai ficava vigiando todos, parecia um "galo choco" mandava lavar mãos, se viessem do trabalho não deixava pegar, fomos muito cuidadosos até as primeiras vacinas fazerm efeito, até 3 meses não saíamos em lugares fechados, mas levava para praças e parques para banho de sol,agora com 7 meses ela convive com muitas crianças no parquinho, senta no chão, brinca com a brita, e nunca adoeceu. Acredito que tudo tem a hora certa, o bebê deve ter contato com a vitaminda S aos poucos, não podemos evitar para sempre e deixá-los muito frágeis,
Proteja sua Manu sim, vc tem todo o direito ;)
bjs

Cláudia Leite disse...

Não acho exagero seu... afinal um serzinho tão pequeno, que acabou de chegar ao mundo, precisa estar cercado de cuidados. Ao menos nos primeiros dias o melhor mesmo é evitar contato direto com algo que possa trazer bactérias e tal. É um mundo novo, muita coisa diferente para o bebê se adaptar.
Estou apreenssiva assim com a roupa da Bella... lavei e guardo em lugar fechadinho para passar, passo do lado avesso primeiro e depois do lado direito, para ajudar a matar algum germe.

Vou avisar do nascimento da Bella no dia seguinte, assim no primeiro dia ficamos só a família mesmo.

bjo.

Larissa Damiani disse...

Olá...
Eu particularmente acho um exagerinho, mas respeito cada mamy. Concordo com você quando diz que existe pessoas sem noção e vão logo pegando as crianças e acrescento aquelas que fumam e depois de fumar vão para perto das crianças e brincam e beijam e deixam aquele cheiro horrível. Seria ótimo se as pessoas tivessem noção e soubessem respeitar os momentos né....Mas tenho certeza que serás uma mamy na medida e a Manu não será aquelas meninas frescas e cheias de manias....Serás uma benção do SENHOR!!!!

Bjkas gauchinhas

Than disse...

Re, isso é uma faca de 2 gumes.
Eu nunca exigi q lavassem a mão pra pegarem a Anna no colo, mas sempre esperei o bom senso dos outros. Nem todo mundo tem! Infelizmente. ate pessoas da familia nao tem esse bom senso. Mas eu nunca exigi nao. Nao acho legal fazer isso, mas te entendo. Eu tb nunca peguei bebes recem nascido no colo sem antes lavar as maos e colocar um alcoolzinho talvez...
Eu recebi MUITO mais visitas na maternidade do q em casa. Eu preferi assim. Em casa eu nao ia ter tempo e nem pique de fazer sala pra ng e teria q ficar arrumadinha, ja no hospital nao, entao la mesmo na porta do quarto tinha um dispenser com alcool gel pra q antes de entrar no quarto a pessoa limpasse as maos e a maioria fez isso. Mas TODO mundo q visitou a Anna no hospital pegou ela no colo sim, salvo qdo ela estava dormindo, claro. Serio,eu nunca liguei. Ate hj eu nao ligo, todo mundo pega ela no colo numa boa, com as maos lavadas ou nao. Nao posso e nem teria como proteger ela de todos os virus e bacterias q existem no mundo ne! Paciencia! Ja fiquei com a consciencia pesada por causa disso sim, mas passou!
mas te entendo MUITO!
A gente faz isso nao pra ser rude com ng nem fazer disfeita nem nada disso, é apenas pra proteger! Mas tem gente ignorante q nao entende e sempre fala q é exagero. Quer saber? q se dane quem acha exagero! faça o q vc acha q deve fazer e nao ligue pra opiniao alheia!
#prontofalei...rs

Beijos

martinha disse...

Olá Renata td bem? Muito legal seu blog, irei te linkar para vir sempre te visitar e tb já estou te eguindo. Olha qto a sua obs sobe a fralda para colocar no corpo das pessoas que pegarem sua bebezinha no colo, estou contigo e não abro, semana passada fui visitar uma amiga que teve bebê e eu tb não quis pegá-lo no colo pelo memso motio que vc esxplicou,a final eu estava vindo do trabalho,e stava com a roupa que passei o dia too, enfim não achei justo expor o bebezinho... Beijo e té+:-)

Lara disse...

Dificil falar quando ainda não se é mãe (eu por exemplo), mas quando se é profissional da saúde aí sim eu digo: Não é frescura não. O sistema imunológico da Manu virá com alguns poucos anticorpos passados por você durante a gestação e amamentação. Só após as primeiras vacinas é que ela estará um pouco mais resistente. Não há porque achar que ao ser mais criteriosa com a exposição da Manu é "frescura sua".

Nós vivemos cercado de bactérias mil vivendo felizes sobre a superficie da nossa pele e uma simples infecção de pele (passada pelo contato de uma pele sem lesão alguma para uma pele também integra) pode causar uma brotoeja, uma feridinha e opa...uma celulite instalada! Ninguém vai querer ser o responsável por isso né?

Então Rê, quem achar ruim, fizer cara feia que faça. Você está protegendo a sua cria e quem tiver o minimo de consciência, vai entender perfeitamente e pôr sem o menor problema a fraldinha no colo depois de lavar as mãos e passar um alcool gel. Não vai cair o pedaço de ninguém e nem você vai tá pedindo isso porque acha que a pessoa é leprosa perebenta. É uma questão de cuidado. O mesmo cuidado que faz todas as mães lavar e esterilizar as chupetas, mamadeira e etc.

Abraços

kakaalvarez disse...

Acompanho seu blog, mas quase nunca comento... Mas hoje TIVE que me manifestar. Também estou grávida de 18 semanas, espero a Beatriz para fim de agosto. E eu penso EXATAMENTE da mesma forma que vc. Fico doida só de pensar em gato e cachorro pegando a minha bebê na maternidade enquanto eu estarei lá me entravada na cama. As pessoas próximas sei que não vou ligar, mas tem gente muito sem noção nesse mundo né! Acho que serei aquele tipo de mãe que minha avó descreve como "gata parida em balaio de sabugo" rsrsrs Tipo, um olho fechado e outro na cria pra ninguém se aproximar além de uma distância segura. Se é neurose, ciúme, ou o que quer que seja eu não sei, mas acho que as pessoas devem respeitar esse momento, da mesma forma como tentamos respeitar quando é com os outros né.
Bjus!

Talita disse...

Ah, tá bom que vão pegar minha cria no hospital rs
Não acho que é ser neurótica e sim ter zelo.
Eu acho uó receber um monte de visita na maternidade, deixa pra visitar em casa!
Em casa já vai ser outra história e aí sim eu deixarei outras pessoas pegarem.
O problema todo é que as pessoas não se conformam em ter uma opinião diferente, elas tentam modificar a sua!
Cada um sabe a melhor forma de cuidar de quem ama!

Beijosss

Felicidade disse...

Eu acho que todo cuidado é pouco... tem mesmo que cuidar, ainda mais de um serzinho tão indefeso.
=]
Ser mãe é acima de tudo seguir o intinto, cada uma tem seu jeito de agir e pensar.. vc tem que fazer o que acha que é certo e seguro pro seu bebe...
Fique com Deus
beijos

Juliana disse...

Oi Rê! Ih menina...começou já? rs E olha: pitacos só tendem a crescer, aguenta o ouvidos e libera a língua!

Higiene com recem-nascido é coisa séria, nossas mãos são muito sujas e o nenenzinho ainda não possuem anticorpos suficientes para enfrentar essa sujeirada toda nos seus primeiros dias! Até porque o primeiro reflexo do bebê é colocar a mãozinha na boca! Dar beijinho no rosto também é ruim pois o tal "sapinho"aparece logo. Mas você vai ver que com o passar das semanas e dos meses, essa proteção vai diminuindo e logo ele já estará forte e com bastante anticorpos pra enfrentar o chão!
Se você acha necessa'rio levar mil fraldas pra maternidade, leve! Se você acha necessário mandar alguem lavar as mãos antes de pegar o bebe nos primeiros dias, é você quem decide, não dê ouvidos as criticas, se não a gente pira. Lembro que minha vó quase me matou de raiva nos primeiros dias de Clara na maternidade, quando ela ainda não sugava direito e chorava pra mamar, minha vó gritava diendo que ela tava passando fome e tinha que dar outro leite! MAndei ela sair do quarto, chorei horrores e me acalmei...amamentei Clara por 6 meses exclusivamente, nem a'gua eu dava, coisa que tambem ouvi criticas imensas! rs
Entao, relaxe e aproveite o finalzinho da barriga!!! Dá uma saudade...! rs
Beijocas
Ju e Clara

Karla disse...

Re, eu acho q vc está certíssima! No curso de gestantes que eu fiz eles orientavam a gente a nem deixar pegar. É um ser pequeno, que acabou de chegar... dá p/ as visitas esperarem mais um pouquinho, né?!
Também sofri muito com o excesso de gente no quarto, e não recomendo. A gente fica muito cansada, é tudo novo, muita adaptação. E vc tem que estar "zerada" para quando voltar pra casa com a Manu. Meu médico chegou a deixar um atestado pedindo para eu reduzir as visitas. As pessoas não tem NENHUMA noção... no caso da cesárea, sabem q a gente deve evitar falar e mesmo assim ficam puxando assunto. Eu acho que no segundo filho não vou querer visitas, só da família mesmo, vamos ver...
Uma dica! Deixe a Manu dormir no berçário para vc descansar. Eu fiquei muito medrosa, reticente, mas vi depois o quanto foi importante para eu poder descansar, pq depois vc já sabe, é pauleira mesmo. Mas aí é de cada um mesmo!
Beijos!!!

Amanda disse...

Olha, Rê, esse assunto dá o que falar, né? Mas sabe minha opinião? Afilha é sua e vc faz como achar melhor, oras!
Não fiz como vc, não me importo de pegarem ela no colo e conto mto com o bom senso alheio. Recebi bastante visitas na maternidade, preferi assim, afinal visitas em casa exigem que vc faça o minomo de sala, coisa que não tenho saco... gosto de receber e ficar a vontade, então os colegas de trabalho do Maridex fui taxativa, querem conhecer a neném, vão para a maternidade, pq intiminade temos com poucas pessoas, e essas sim posso receber de maneira gostosa em casa.
Cuide de sua bebê sim, faça o que julgas correto e certamente vc acertará mto mais do que cometerá erros. Sua opinião pode ser diferente da minha, mas acredito sim que está certa, está cuidando de seu bem mais precioso!

Bjinhos

Notícias Minhas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Notícias Minhas disse...

Não vejo nada demais, Rê. Na realidade pensei q o mais natural fosse esse. Q bom q vc já separou as toalhas fraldas para as visitas poderem segurar Manu. rsrs Qdo vou visitar recém nascido, mesmo higienizando as mãos não pego no bebê, exceto meus sobrinhos.
cada cabeça é um mundo, não tente entender os outros, pq se não entra em parafuso. Faça o possível para cuidar da segurança de seu bebê!!

bjos,

Chris Ferreira disse...

Oi Rê,
você deve estar tranquila com o seu coração demãe. Se você acha melhor as pessoas pegarem sua bebê com a fraldinha, deve proceder assim. Cada um tem os seus limites, e se esse é o seu deve ser respeitado. Ponto final.
Muita gente vai dar palpite e opiniões. Acho importante você buscar a informação de quem você confia (tipo o sei obstetra, a pediatra que irá acompanhar a sua filha se você já souber quem é, ou o pediatra neo-natal da equipe do seu médico) e seguir o seu coração.
Muita gente vai falar muita coisa.
Você é uma mãe cuidadosa, carinhosa, que está tatando da sua gravidez com atenção e carinho em preparar as coisas da sua bebê.
Cuide de você e do seu seu bebê.


Quanto a saga da fono, é relamente de enlouquecer. Mas vou seguir com calma, esperando a Sofia crescer e fazendo a fono sem pressa e sem pressão.
E quanto a sua sobrinha, acho, que se for o caso, a escola vai indicar a procura de uma fono. É que a Sofia vai ser alfabetizada esse ano e aí a troca na fala pode influenciar na escrita.

beijos
Chris
http://inventandocomamae.blogspot.com/