quinta-feira, 3 de março de 2011

Desanimada

Engraçado, de repente, no meio de todo o corre-corre com os preparativos pra chegada da Manuela, no meio de todo o scrap que estou montando pro cha de bebe, no meio de cada pedacinho que montamos pro quartinho com carinho, no meio de toda a felicidade que sentimos cada dia mais pela gravidez e pela bebe, bate um desânimo, uma sensação de desamparo, de insegurança e incertezas!!

Desânimo por td que ainda tem que resolver e pelo pouco tempo habil que tenho disponivel. Desamparo pela falta que uma mãe faz nessa hora, por mais participativo e super companheiro que o marido tem sido. Insegurança por cada item comprado, cada fornecedor fechado, sem saber que fizemos o melhor negocio, sem saber que nao jogamos o pouco dinheiro fora e sem saber que ao colocarmos as peças juntas, o resultado será bom. E incerteza pelo amanha, como será o amanha? Responda quem puder. O que irá me acontecer?

Imagino que esses altos e baixos sejam comuns em gravidas, afinal, ahhh os hormonios, nao nos dao tregua..mas tem dias que esses sentimentos vem numa tacada só e a vontade eh de nem sair da cama, ficar la, encolhida, protegida pelas paredes do meu quarto, so esperando eles irem embora abrindo novamente espaço para a felicidade, a alegria dos preparativos, a ansiedade pela chegada.

Hoje to assim...mas sei que amanha nao estarei mais!

4 comentários:

Amanda disse...

Vontade de fugir, se esconder em um buraco e esperar que tudo se resolva sozinho. E no outro dia acordar e ter a maior disposição, estar super animada e de bem com a vida...grávida é assim, meio bipolar...rsrs, te entendo em genero, numero e grau!

Bjinhos

Than disse...

Sim querida, comuuuum demais!
Eu vivia assim, me assustava e me cobrava q eu tinha q estar feliz, mas nem sempre é assim!
A bgente nao tem obrigação de estar feliz a todo instante pq esta gravida, como todo mundo cobra da gente ne! "poxa, mas vc ta desanimada pq se ta gravida?"...como se fosse proibido! Nao é! É normal pq é a maior mudança de nossas vidas.....e nao tem como passar batido por isso! Nao mesmo!

Melhoras viu!

Bjooos

Cláudia Leite disse...

Re,

Parece quetemosobrigação de estarmos felizes e sorridentes 24 hrs neh? Tá certo que temos motivos para estar, mas são tantas coisas deferentes acontecendo ao mesmo tempo- fisicamente e psicologicamente- que fica difícil segurar a pose todo dia.
Também tenho dias assim, que não consigo me mexer, e dias em que quero terminar de resolver tudo de uma só vez!

bjo.

Andrea Fregnani disse...

Respira fundo, que logo passa, eu fiquei assim no finalzinho da gravidez, tinha uma sensação de que a Alice devia ficar dentro de mim, protegida, e qnt aos preparativos, o meu marido dizia, ela tem o que precisa para nascer, o resto a gente dá um jeito, agora saudade de mãe, isso não tem jeito né :(

O bebê gatinha entre 6 e 12 meses, a média é 9 meses, a Alice fica sempre no primeiro limite hihihi to perdida, muito cansada e super feliz ;)
bjim