quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A Mãe Perfeita

Nao medico a Manu por qualquer coisa, so se muiiiitttooo necessário. Espero seu organismo reagir por si só. Nunca levei a Manu no hospital. Hospital so em caso de extrema, extremissima necessidade. Quase nunca ligo pra pediatra, so quando algo nao vai bem a pelo menos uma semana. Nao troco a roupa da Manu para ela dormir. Se chegou da rua dormindo, vai direto pro berço, com a roupa que estava. Alias, so troco a sua roupa quando dou banho. Nada de desfile de moda. Nao carrego um mundo na sua sacola, so o minimo necessario. Já viajei com ela e esqueci seu leite. Já saí com ela e esqueci a sacola. Ja enfiei a Manu na muvuca do Paraguay e dentro de um helicoptero. Manu tem mamadeira com bisfenol e uso mesmo assim. Nunca lembro de levar a maquina fotográfica e quando levo, nao lembro de tirar foto. Perco a paciencia quando ela chora muito (sorte que isso eh raro). Adoro ir na minha sogra, pq ai passo o bastao e tiro algumas horas de folga. Nao levanto de madrugada so pra ver se a Manu esta dormindo bem ou se esta coberta. Prefiro continuar dormindo. Nao sei fazer papinha e ja apelei pra Nestle. Já bati a sua cabecinha varias vezes qdo vou coloca-la na cadeirinha dentro do carro (coitada). Crio a Manu solta. Pula de colo em colo, poe a mao em bichos, o pe em formigas e o brinquedo babado da cachorra na boca.

Não sou mae perfeita. Alias, acredito que aos olhos de algumas maes e até das berçaristas devo ser vista como desnaturada ou desencanada demais.

Nao sou assim, nem desnaturada, nem desencanada. Alias, sou bem encanada e me culpo toda hora.

Me preocupo em estimula-la (e me culpo por nao saber como), me preocupo em apresenta-la a um amplo e variado universo cultural (e me culpo se nao vou com ela na contação de historia pq eu estou cansada e quero ficar em casa), me preocupo quando ela fica doente (e me culpo por achar que tenho que esperar seu organismo se manifestar antes de lhe tacar um remedio, mesmo vendo-a sofrer), me preocupo com a sua alimentação (e me culpo por nao saber fazer uma misera papinha), me preocupo e me culpo, sempre.

E entao que, nessa semana de muita gripe da Manu, eu chorei!! E como nao poderia ser diferente me culpei por ela estar doente e desabafei com meu marido, dizendo que eu nao sou boa mae pra Manu, que eu nao sei ser uma boa mae, por todos os motivos elencados no primeiro paragrafo desse post.

E eis que ele me responde: "Nao existe certo ou errado, cada pessoa tem uma visao do que eh ser boa mae. Vc eh uma excelente mae! Manu esta sempre limpa, arrumada, alimentada. Eh uma criança feliz, que ri para qualquer um, que ama os bichos (a Cuca em especial), que vai com qualquer um. Estamos criando uma criança solta, sem frescuras, mas rodeada de muito amor e apoio. E isso, a meu ver nao eh ser uma boa mae, eh ser uma excelente mae. Agora, faça um favor a vc mesma: Pare de se cobrar e simplesmente curta. Porque a meu ver o trabalho está sendo bem feito."

Entao tá, fica ai minha resolução para 2012: me cobrar menos, curtir mais e simplesmente aceitar a mae que eu sou!!

8 comentários:

Fer disse...

Re... não existe mãe melhor no mundo que nós mesmas.
Cada uma faz de um jeito, tem suas convicções e jamais faremos algo que julguemos ser errado para nossos pequenos. Eu faço x, acho que é o mais certo... Vc faz y, achando o mesmo. Vou te criticar? Meu metodo é o melhor? Não... cada uma foi criada de um jeito e tem suas crenças, desejos e certezas.
Existem as mães xiitas, existem as mais "relax", e existem as sem noção (o que não é nosso caso... hehe), e com exceção da última, todas fazem só o que julgam ser o melhor, só isso.
Então desencana e curte. Pois passa rápido demais. Logo vc estará lidando com uma adolescente e(sempre) estará achando que isso ou aquilo poderia ter sido feito diferente.
Em criação de filhos, não existe certo ou errado. Existe amor, e esse é e fundamental!
Beijinhos,
Fer

Minha Filha Minha Vida disse...

eu acho que a culpa materna nasce exatamente quando os bebes nascem rsrsrsrs

eu tb me culpo TANTO por tudo e eu acho que no fundo é isso que faz com que nós mamães estejamos sempre mudando e melhorando ....

eu tb pretendo me culpar menos em 2012 afinal de contas a prova de que somos boas mães esta na saúde e alegria de nossas filhas !!!

beijos

Li disse...

Lindo o que seu marido te disse, lindo e verdadeiro... Somos, cada uma a seu modo, a melhor mãe que podemos e sabemos ser... Aliás, sou muito parecida com você!!! E apesar de saber cozinhar e fazer papinhas, já apelei e apelo muito para a Nestlé...

Fica tranquila porque não há dúvidas de que você é uma ótima mãe!!!

Beijos!

Lívia.

Mãe de três disse...

Sua resolução é ótima, tenho 3 filhos e confesso que sou a melhor que posso, mais sem frescuras, deixo andar descalço, se molhar se sujar, já fui mais neurótica, com o Ad coitado que foi o primeiro, mais nunca fui de medicar sem nescessidade, levo ao médico quando acho que tem algo errado, mais quando "eu" acho, não quando me mandam, sou a melhor mãe que posso e durmo feliz com o desenvolvimento dos meus filhos que tem amor, limite e uma mãe boba, bjk
Ps: Sua filha é linda e nas fotos se vê que é feliz.

Fernanda Lucas disse...

Re nós somos a melhor mãe que poderiamos ser!!!!
Sou chamada de mãe hippie por minhas amigas, pos ser tranquila…
Já fiz tudo isso que vc. escreveu e muito mais…
Bjos

Bianca disse...

Re, eu tb sempre fui assim como vc e me considero uma mãezona!!! kkkkk!!! Mas acho que vc tb está cansada, não é fácil trabalhar fora e cuidar dela + casa + bicho + marido, né?? Junta tudo isso e realmente "parece" que vc não está dando o melhor de sí...
Relaxa, baby! A Manu é uma graça, feliz e tem as doencinhas normais de qualquer bebê. O meu ficou MUITO doente no 1o. ano e eu ficava com ele, nem babá ele tinha (???)
Enfim, acho que ano que vem vc vai se sentir mais segura e vai perceber que sim, é uma mãe maravilhosa.
beijos

(Mamãe) ~Pinel disse...

PERFEITO FOI O SEU POST!
hehehhehehehe
Adorei! =D
Muito, muito, muito bom!
E eu concordo com o seu marido (apesar de me sentir culpada várias vezes também, e sempre achar que eu poderia estar sendo muito melhor pra ela)!!

Que nos cobremos menos então em 2012!
Beijo!

Izabel disse...

É isso ai Rê, seu marido está certíssimo, você é uma excelente mãe, você enche a Manu do que ela mais precisa, amor, errar ou acertar é relativo, o importante é que ela está crescendo uma menina linda e feliz!
Beijinhos